Buxus sempervirens

12:30




Nome Científico: Buxus sempervirens
Nomes Populares: buxinho, buxo ou árvore da caixa
Família Botânica: Buxaceae
Origem: Região do Mediterrâneo e Oriente
Porte: até 5 mts. de altura
Flores: sem valor ornamental
Cultivo: Em vasos, em jardins como bordadura ou isoladamente podados por topiaria
Solo: Fértil e permeável
Clima: Ameno
Luminosidade: Sol pleno, meia sombra
Irrigação: Frequente
Dificuldade de Cultivo: É um arbusto rústico mas cresce muito lentamente
Adubação: Matéria orgânica, NPK 4-14-8 regularmente
Curiosidades: Sua madeira quando atinge uma certa idade pode ser utilizada para trabalhos de marchetaria.





O Buxus sempervirens é uma espécie arbustiva e lenhosa pertencente a família botânica Buxaceae, de crescimento lento e de grande efeito ornamental.
Originário da Ásia, Europa e do Mediterrâneo, a espécie além de ser muito empregada na composição de jardins, é reconhecida por suas inúmeras qualidades na topiaria, já que sua bela folhagem verde escura e brilhante é bem resistente a podas e regenera-se rapidamente. Mesmo de crescimento lento a planta pode chegar até 5 mts. de altura.




Ideal para cercas vivas, bordaduras e topiaria, o Buxus é de baixa manutenção e tolera bem o frio. Deve ser cultivado em ambientes de sol pleno ou meia sombra, em solo fértil e rico em matéria orgânica, suas regas devem ser regulares e sem encharcamentos. Não tolera longos períodos de sombreamento, apresentando áreas amareladas e ramos mortos. O Buxus possui minusculas flores, mas são sem importância ornamental.
Presença marcante em jardins no estilo francês, o Buxus é também muito utilizado no cultivo em vasos ou floreiras. Muito utilizado na arte do Bonsai pelo crescimento lento e facilidade em ser conduzido em diversas formas e estilos, já no jardim pode ser facilmente moldado em esculturas vivas ou formar cercas e desenhos muito ornamentais.
Multiplica-se por estaquia.







  • Compartilhe:

Postagens Relacionadas

0 comentários