Adenium swazicum (Adenium obesum subs. swazicum)

15:18





Adenium obesum subs. swazicum (Stapf) G.D.Rowley


Sinonimia:
Adenium obesum subs. swazicum (Stapf) G.D.Rowley
Adenium boehmianum var. swazicum (Stapf) G.D.Rowley
Adenium swazicum Stapf


A Adenium swazicum é uma exótica, rústica e bela espécie de Rosa do Deserto pertence a família botânica Apocynaceae, que encanta jardinistas de todo o mundo pelas suas belas flores em tons de rosa.
Embora seja originária de várias regiões da África do Sul, a Adenium swazicum se adaptou muito bem a outras regiões do mundo, incluindo as regiões mais quentes do Brasil.
Prefere ambientes de clima quente com muita luminosidade, solo bem drenável. As regas devem ser controladas a fim de evitar encharcamento do solo, já que nestas condições a planta definha com podridão de caule ou raízes.
Nos Estados Unidos ficou conhecida popularmente como Lírio Impala, no Brasil é conhecida como Rosa do Deserto, tanto pela beleza de suas flores, bem como pela sua conhecida rusticidade.
Pode ser cultivada diretamente no solo ou em vasos e floreiras, sendo a melhor opção utilizar vasos mais baixos e largos, no estilo bacia.
Para fortalecer seu crescimento e estimular sua floração é aconselhável a aplicação de adubo NPK 10-10-10 periodicamente.
Esta subespécie tem folhas pubescentes embaixo, a corola é glabrous ea cauda das anteras é mais curta do que o tubo. É semelhante ao Adenium obesum subs. Boehmianum , mas diferindo nas folhas glabrescentes muito mais estreitas e nos nervos laterais oblíquos, muito indistintos.






As informações deste site são baseados a partir de imagens coletadas de produtores ou colecionadores em todo o mundo, confiando nas informações difundidas pelos mesmos, portanto é possível que, pela grande diversidade de espécies, algumas delas podem conter erros de identificação ou discordância de informações. Nosso intuito é o de difundir informações aos amantes das plantas. Os créditos contidos nas imagens não foram retirados para que haja reconhecimento pelo trabalho realizado.




Você pode gostar de ver também:

  • Compartilhe:

Postagens Relacionadas

0 comentários